VPN-Explicação-Técnica

VPN – Explicação Técnica

VPN (Virtual Private Network) é uma Rede Virtual Privada, que permite a comunicação entre redes distintas, através da internet.

Falando a grosso modo, a VPN é a publicação de redes internas através da internet, denominando assim as rotas utilizadas. A publicação das rotas muitas das vezes utilizam a criptografia para que seus dados não sejam expostos na internet, no entanto a adoção da e a complexidade da criptografia, acaba dependendo dos tipos de VPN.

Principais criptografias utilizadas em VPN:

AES – Advanced Encryption Standard – Baseado no algoritmo Rijndael, trabalha por padrão com 128, 192 ou 256 bits;

DES – Converte o texto puro em texto cifrado, normalmente utilizando 56 bits de criptografia;

3DES – Uma variante do DES, onde trabalha convertendo 3 blocos de criptografia de 56 bits de chaves independentes.

CAMELLIA – Baseado na cifra de Feistel, desenvolvido no Japão afim de competir com a criptografia AES, mas trabalhando com 128, 192 ou 256 bits de criptografia;

BLOWFISH – Criado afim de substituir o modelo DES, podendo manipular até 16 blocos de criptografia de 64 bits, com chaves que podem variar de 32 a 448 bits de criptografia.

Onde além da criptografia ponto a ponto, ao estabelecer uma conexão VPN é preciso levar em consideração a criptografia de chaves públicas (RSA), que permite uma maior segurança nas comunicações VPN.

Além da utilização da criptografia, algumas VPNs permitem utilizar tecnologias na compressão dos dados trafegados, reduzindo e otimizando os dados trafegados entre as pontas, tecnologia presente no Firewall UTM.