Quando o acesso à internet atrapalha a equipe

Quando o acesso à internet atrapalha a equipe

Vivemos em um mundo em que as informações são enviadas e recebidas com uma velocidade muito grande, e estar conectado é fundamental para estar informado ou inserido em círculos de amigos. Mas. quando má utilizada a internet atrapalha a equipe.

A grande maioria das empresas possui pacotes de internet, e a rede está a um clique dos funcionários, pois são muitas as situações em que a consulta a internet é necessária. Contudo, não saber filtrar quando e o que acessar pode acabar comprometendo o desempenho do funcionário e trazendo prejuízos à empresa.

O número de pessoas com acesso à internet continua em crescimento no Brasil, só em São Paulo 67,9% dos lares estão conectados à internet. Um dos motivos que torna injustificável essa prática é que o acesso está cada vez mais facilitado.

Empresas

O uso da internet para fins pessoais, desde que não esteja previsto na política da empresa, pode causar distração, lentidão na execução das tarefas e até mesmo provocar erros devido à falta de atenção no trabalho.

Para evitar que haja queda de produtividade por parte de funcionários devido ao acesso à internet, é imprescindível que as regras de utilização sejam claras e estejam disponíveis para que todos os funcionários possam visualizar.

Caso seja necessário, pode ser instalado um serviço de bloqueador ou controlador de acessos, que impede a visita em sites de redes sociais, por exemplo.

Entretanto, o empregador deve estar ciente de que um ambiente agradável estimula mais os funcionários a se dedicar a suas funções, e, por vezes, as proibições excessivas podem trazer malefícios para a equipe.

Funcionários

Dentro do horário de trabalho, é essencial estar focado em suas funções para que a execução das tarefas seja feita de forma eficaz e satisfatória. Dessa forma, o acesso à internet em ambientes de trabalho deve se limitar a fins corporativos e não pessoais.

Matar o tempo assistindo a vídeos, acessando conteúdos impróprios ou participando de jogos online trazem malefícios para a carreira, pois, além de ficar mal visto, como um funcionário que não trabalha, o colaborador pode até perder oportunidades de crescimento dentro da empresa, já que a produtividade tende a cair.

As empresas costumam ter regulamentos internos que normalizam quais acessos são permitidos, e o descumprimento dessas normas pode resultar em advertências, suspensões e, em casos de reincidência, pode acontecer a demissão por justa causa.

Quando a internet vira vício

O descontrole perante o navegador ou impossibilidade de controlar aquela conferida nas redes sociais pode ser mais grave do que uma simples mania. Pode ser vício.

Normalmente, os cyberviciados têm um perfil de isolamento social, problemas em se relacionar, ou até mesmo problemas financeiros, e acabam utilizando a internet como válvula de escape.

O problema pode causar ansiedade e depressão, e, embora haja consenso entre os psicólogos e psiquiatras de que esse transtorno existe, é muito difícil realizar o diagnóstico.

Com o objetivo de entregar internet de qualidade fornecendo o acesso que os colaboradores precisam para trabalhar fornecemos o Firewall UTM para as empresas que querem otimizar dia a dia.